09/06/2014

Governo deve subsidiar pedágios a partir de 2016

O governo deve iniciar, em 2016, um modelo de concessão de rodovias no molde das parcerias público-privadas (PPPs) para baratear o valor dos pedágios. A mudança de modelo foi comunicada nessa semana por Dino Batista, representante do Ministério dos Transportes no debate da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados.

Durante mesa-redonda sobre a gestão das 20 concessões atuais, que totalizam cerca de 10 mil quilômetros de rodovias, ele afirmou que o modelo das parcerias permitirá que as tarifas sejam subsidiadas pelo governo, em vez de o concessionário arbitrar o valor apenas de acordo com os investimentos necessários.

No entanto, segundo ele, ainda existem muitas concessões a serem feitas sem a participação financeira do Estado. Segundo ele, o governo abre as concessões aos poucos porque o setor privado não tem condições de lidar com o volume de investimentos necessários.
“Assim que for finalizado esse rol de rodovias que são viáveis de serem exploradas somente com tarifas, iniciaremos um novo modelo de complementação pública nas tarifas”, explicou Batista.